19.2.08

a minha família de lisboa

Eu também tenho uma família em Lisboa. Adoro-a. Melhor, amo-a. Conscientemente. É um amor daqueles puros e doces: fraternal, paternal, de filho, de amigo, de amante...lindo. Felizmente, já não é doente. É bom. Quando estou com eles, sinto-me em paz. Como se fosse lá o meu lugar. Afinal de contas, é mesmo. Conheço os cantos à casa da minha família. Reconheço-lhe os cheiros e a arrumação. Venho de lá a cheirar a rebuçados. Essa minha família deixa-me ver filmes deitado na cama onde dormem. Gostava de lá ver todos os filmes da minha vida e dormir lá todas as noites que me restam. A minha família de Lisboa, mais que ninguém, merece os meus desejos de felicidade.

1 comentário:

lady disse...

Estúpido. Fazes-me chorar.